2008-12-31

Não há expressão...

... que dê mais excitação sexual ao tuga que o "então até para o ano" quando proferido no dia 31 de Dezembro.

"Cuecas do Período"

Se para as leitoras isto não consiste em novidade alguma, talvez os leitores não achem o mesmo. Eu, Piston Maria, não fazia a mais pequena ideia de que as mulheres tinham uma peça de roupa íntima dedicada aos momentos escarlates da vida. Faz todo o sentido mas, não tendo eu essa necessidade prática, nunca me havia debruçado sobre tal assunto.


O que me pôs um sorriso na cara não foi o conhecimento técnico que envolve esta temática. O que me agrada é o facto de que a mulher que me revelou este detalhe fê-lo enquanto se referia às suas cuecas da Kitty, a sua eleita para resolver esta delicada matéria.



E você jovem fêmea? Qual é a figura de animação favorita na qual confia o seu endométrio?

2008-12-30

Todos aplaudem...

... mas quem é que iria ao seu próprio bolso sem pestanejar?

Acredito que esse Senhor o faria, e que todos os que não estão em cargos elevados concordariam, desde que não implicasse uma redução no vencimento.

É muito fácil governar um país a partir do sofá.

2008-12-27

Porque é que os homens vêem pornografia?

As mulheres têm que compreender que os homens são seres sensíveis e muito carentes. Nós precisamos de muito carinho e atenção.
Não nos faz diferença se a ternura é aplicada na pila ou na pila, o que importa é que nos possamos sentir amados.

É por isto que o homem vê pornografia. Procura no ecrã o conforto de que necessita, o medicamento para essa doença que é a solidão.

Nota: Para este efeito considera-se "estado de solidão e abandono" qualquer espaço de 5 minutos sem contacto com outro ser humano ou animal.

2008-12-26

Mensagem de Natal IX

Esclareça-se que não tenho nada contra o Natal. Acho que é um bom pretexto para fazermos coisas de que gostamos:
  • Estar com a família e amigos
  • Orar
  • Comer
  • Copular com a mulher do vizinho
É claro que nem todas estas actividades prevêem a manutenção da totalidade da nossa dentição, ainda assim, creio que são acções válidas se resultarem num saldo de felicidade positivo.

Quando o Natal se torna obrigatório causando mais desconforto que efeitos positivos, acho que é a altura de mostrar às figuras do nosso presépio qual a forma mais utilizada para matar focas.

2008-12-25

Mensagem de Natal VIII

Levanto-me como uma criança, excitado com a manhã de Natal.
Corro para a sala e, para minha grande desilusão, não está a ser noticiada na televisão nem uma grande desgraça.
Será que este ano o Pai Natal não me dá nem uma razão para sorrir?
Não há nem um leão que tenha fugido do circo? Nada?

2008-12-24

Mensagem de Natal VII

Natal é...

... a família reunida à volta da televisão, a ver a telenovela, onde dois adolescentes copulam e que, mais tarde, trocam "bués" como prova de amor.

... ouvir na mesma produção ficcional a seguinte frase, dita por uma velhinha:
- É tradição e as tradições são para respeitar!

Desejo que o esposo dessa senhora lhe aplique a tradição da violência doméstica.

Mensagem de Natal VI

Estive a pensar em escrever um post com as seguintes palavras:
  • Scotty
  • Esperma
  • Pai Natal
  • Teleporte
  • Deus
Não o fiz não só porque respeito profundamente as crenças dos meus leitores, mas também porque acho que não estão preparados para lerem um conto de Natal que gira em torno de três personagens de ficção.

2008-12-23

Mensagem de Natal V

Neste Natal desejo a todos os meus leitores o rebentamento fortuito de uma botija gás nas vossas residências.

Nota: Espertalhões que têm gás natural, não desanimem! Desejo-vos muitas outras maldades.

2008-12-21

Mensagem de Natal IV - Cyborg

Eu acredito que num futuro não muito longínquo vamos ser dominados por cyborgs. Nessa altura a sua inteligência será tão avançada que conseguirão, eles próprios, aperfeiçoar a tecnologia que fará com que se confundam com os seres humanos.

Uma grande batalha será travada: Homem Vs Máquina.

Tudo será perfeito, até na simulação de emoções.
Nos dias que antecederão o do julgamento final, haverá apenas uma forma de distinguir o amigo do inimigo: só nós conseguiremos defecar.

A humanidade passará o fim dos seus dias a tentar perceber quem é quem. Serão horas e horas a observar o nosso ente querido, esperando ansiosamente pelo sinal:
- Se me amas verdadeiramente, mostra-me o teu cócó!

Cagões Vs Não-Cagões

Vai ser este o glorioso fim desta espécie que se auto-intitula "superior".

2008-12-18

Geekologia

Vocês ainda não sabem mas precisam disto como do pão para a boca.

Nesse site podem andar para trás no tempo em relação a praticamente todos os sites que possam imaginar. Também funciona com blogs. Foi bem bonito reencontrar alguns sites que fiz e que entretanto fecharam. Uma verdadeira visita à campa.

Esse link, a título de exemplo, tem as várias versões do Google ao longo dos anos.

Escusam de tentar http://seios.pt ou http://anus-como-era-antes-do-bibi.pt. Não só não resulta como essa vossa ideia entristece-me profundamente.

2008-12-16

Sociedade Recolectora

Tenho perdido algum tempo a pensar numa coisa que sinceramente me causa algum incomodo.
Depois de tantos milhões de anos a evoluir voltámos a ser o que éramos.

Quantos de nós é que alguma vez na sua vida produziram o seu sustento? Não, não me refiro a ganhar dinheiro, estou antes a pensar em plantar uma alface, caçar, trazer com o esforço directo das nossas mãos a comida de que necessitamos.

Apesar de toda a gente ter a sua casa, de viverem orgulhosamente sozinhos, nunca estivemos tão dependentes de desconhecidos.

REVOLTA-TE! Quebra os laços que te amarram à paparoca dos hipermercados.
Invade a ETAR mais próxima e traz de lá adubo para os teus tomates!
Cria o teu próprio viveiro piscícola (mas não te deixes enganar pelo cheiro, não meter para lá habitantes do Barreiro).
Entra de rompante no colégio dos Morangos com Açúcar, de catana em punho, e sai de lá com um sorriso!
Organiza um safari no estúdio do "Jogo Duplo" e traz costeletas suficientes para alimentar um pequeno concelho.

Somos de novo uma sociedade recolectora. Se algum elo da cadeia desaparecer, vamos desenvolver um gosto muito especial pelo consumo de raízes.

A audição começa no útero

Acho que esta é uma informação que os adultos desconhecem.

Lembram-se de serem pequenos e dos vossos pais falarem acerca de vocês, coisas bem embaraçosas, na vossa presença, com um qualquer desconhecido? Será que eles achavam que nós por estarmos de um lado para o outro a FINGIR que estávamos distraídos não ouvíamos nada? Será que fazem ideia dos traumas que nos causaram? Adiante.

Programa de Natal da TVI (não tenho culpa, o comando não era meu). Manuel Luís Goucha e Tony Carreira falam acerca do dia em que a filha do cantor deixou de acreditar no Pai Natal.
A plateia estava cheia de crianças.

Acho que para o ano vão discutir a melhor forma de praticar coito anal.

2008-12-15

Mensagem de Natal - III

Nem tudo é mau nesta época. Apesar da crise há boas hipóteses para poupar.

Quando me apercebi do verdadeiro estado da Alzheimer da minha Avó, fiquei consciente de que posso poupar numa oferta natalícia.
Não importa se lhe dou prenda ou não, dali a 3 minutos já não se vai recordar.
Devo evitar uma oscilação de felicidade / tristeza não oferecendo nada ou devo retirar toda a decoração de Natal da sala e pôr o Terminator II a dar na televisão?
Se espalhar confetis e serpentinas, para ela dia 25 será dia de Carnaval.

Não sei o que fazer. Estou confuso.

Nota: Alzheimer não é a definitiva solução para a crise. As pessoas neste estado esquecem-se que já comeram. É uma despesa do caraças!

2008-12-14

A humanidade irrita-me

Estava a ler a notícia no Jornal Digital que dá conta da vontade de Portugal de acolher prisioneiros de Guantánamo.
Os comentários que li abaixo (da notícia) geraram em mim uma tal irritação que tive que vir escrever um pouco de merda só para ver se libertava a tensão.

Estes cavalos não devem ter lido (ou ignoraram porque têm a necessidade constante de protestar) que os detidos a receber são os que não estão acusados de NADA! Lembram-se daquela coisa que é: "até prova em contrário são INOCENTES"?

Era mais que esperado que viesse de imediato a cantiga que condena o governo por estar preocupado com "talibãs" em vez de se preocupar com os coitadinhos dos portugueses que não têm dinheiro para comprar pão porque compraram uma televisão 16:9.
Realmente há com cada filho-da-puta!

Imaginem que são inocentes e que estão encarcerados com toda a vossa pele tapada, com uma venda e com auscultadores que não vos deixam nem ver nem ouvir nada.
Agora vão dizer aos que conseguiram sair de Guantánamo que o vosso iPod é mais importante que a liberdade deles.

Estou com um pó ao Mundo... Definitivamente fui feito para viver sozinho.

A humanidade irrita-me.

Sinto-me tão realizado!


Double Windsor - Tie The Phatest Knot Ever - Funny bloopers are a click away

Muitos vídeos mais tarde e 30 minutos depois, acho que consegui aprender como se faz o Double Windsor (nó de gravata).

Sou uma besta.

2008-12-13

Justiça Tuga

É uma obrigação quase legal de todos os portugueses a demonstração constante de indignação. O tuga, essa raça que devia ser abatida por esmagamento dos membros, nem sequer tem capacidade de se indignar por inteligência própria. O tuga papagueia o que ouve na televisão.

Na quarta-feira, creio eu, cheguei a casa a más horas e liguei a televisão. Tive a grande sorte de apanhar na mesa de uma qualquer gala, José Eduardo Moniz e sua esposa. Este grande director de programas sai-se com algo semelhante a isto:
- Podem ligar para este número à vontade. O vosso dinheiro será bem entregue, não é para salvar nenhum banco.

A esposa da criatura demora algum tempo simulando uma expressão de intriga, como se estivesse a apreender o conteúdo de piada tão profunda, e depois começa a bater palmas e a libertar sonoras gargalhadas.

É a indignação do momento: o BPP.

Aparentemente todos os que são ricos enriqueceram porque são vigaristas, não há quem o tenha conseguido por sorte ou por ter trabalhado bem (a sorte também deve ser crime).
Aparentemente, as pessoas que são multimilionárias por mérito, têm a obrigação de sustentar o país no meio de uma crise. Não têm direito a ter o fruto do seu trabalho salvaguardado.
Aparentemente, embora o tuga não seja propriamente um entendido em economia de grande escala, como aprendeu a dizer "já chegou à economia real" acha que faz a mais pequena ideia das consequências que pode ter o fecho de um banco tão pequeno quanto o BPP.
Aparentemente ninguém ouviu aquela parte em que se diz que "o banco de Portugal não deu os fundos pedidos pelo BPP mas arranjou uma alternativa usando o dinheiro dos outros bancos".
Aparentemente o tuga acha que o estado depois ter dito que ia apoiar os bancos que pedissem ajuda pode, de repente, discriminar e dar o apoio dependendo do tipo de clientes que esse mesmo banco tem.
Aparentemente o tuga não percebe que quem lhes dá emprego são alguns dos clientes do BPP...

Aparentemente o tuga NÃO PENSA, limita-se a repetir tudo o que ouve.
Aparentemente o tuga devia levar com uma barra de ferro nos rins até que a mesma formasse um pentágono / partisse (não importa o que acontece primeiro desde que doa muito no processo).

Nota: É que nem se atrevam a dizer que sou rico. Peço-vos logo um empréstimo para comprar uma pastilha elástica.

2008-12-06

Um homem não chora

Quando nos explicam isto em criança ninguém nos diz que não se aplica caso estejamos a arrancar um pelo do nariz.

É esta a dolorosa verdade que ninguém quer que se saiba.

Menezes

- Mãe! Mãe! Aquele menino não sabe brincar com o carrinho telecomandado!
- Queres um, é?
- Só comento essa afirmação no próximo ano lectivo.

Depois de ter conseguido sacar o carro ao puto por ter sido tão chato:
- Mãe! Mãe! Há um menino que diz que eu não sei brincar com o carro telecomandado!
- Mas ele tentou tirar-to? Bateu-te?
- Não, mas não tenho poder de encaixe para tolerar tal afronta. Vou ceder o carrinho a quem reunir o maior número de pessoas que acreditem nele(a) enquanto piloto. Depois disso aceitarei que ele é o melhor e não vou criticar cobarde e mimadamente o seu desempenho.

Depois de ter perdido o carrinho:
- Mãe! Mãe! Aquela menina não sabe brincar com o carrinho telecomandado!
- Luís Filipe! Tu não tinhas dito que ias apoiar o novo piloto e que não ias fazer qualquer tipo de oposição ao mesmo? Pensei que já eras um homenzinho!
- Não mamã, ainda sou uma criança a fazer uma birra tremenda e que até vai manter um site activo sem ter qualquer aspiração a exercer algum cargo no mundo das competições de carrinhos telecomandados. No fundo acho-me importante e nada cobarde.

2008-11-30

I'm Suicidal

Não sei se já vos tinha contado mas ando a pensar em suicidar-me.
Não, não estou extremamente infeliz e deprimido. Estou apenas a fazer o meu PPM - Plano Pessoal de Morte.

À parte da matéria fecal, a morte é um dos meus temas favoritos para teorizar.
O meu PPM consiste em implantar na minha memória a longo prazo, o limite de humilhação pessoal que acho aceitável para a minha existência.
Tenho aqui que jogar com três variáveis muito importantes:
  • Continência Fecal
  • Lucidez e capacidade de retenção de memórias
  • Mobilidade
Nesta matéria terei que ser muito hábil e não poderei hesitar. Tenho que, por exemplo, compreender que a partir do momento em que perca a capacidade de reter conhecimento na memória a curto prazo, deixarei de conseguir lembrar-me que acabei de borrar-me. Isto tem duas consequências gravíssimas:
  • Poderei ter a humilhação de perceber que tenho cócó na fralda a cada 30 segundos
  • Poderei não me lembrar de que já cheguei à fase em que me borro todo
Se não conseguir lembrar-me de que chegar a tempo à sanita já não é uma hipótese ao meu alcance, como conseguirei lembrar-me de que ultrapassei um dos meus limites para a manutenção de vida?

É claro que é muito bonita aquela ideia de "morrer pacificamente durante o sono" e eu também gostaria de ir assim mas, o que não se fala, o que toda a gente tenta ocultar, é que isto é praticamente impossível.

Imaginem Piston, 83 anos, dorme na sua caminha e está a viver os seus últimos 15 minutos de vida. Inadvertidamente, caga-se todo. Com o passar dos primeiros minutos as fezes começam a perder aquele calor agradável que tinham quando vieram ao mundo. Ao 14 minuto, o rabo está frio demais e Piston acorda. No seu último minuto de vida Piston apercebe-se duas vezes que se borrou e perece tendo como última memória uma fralda suja.

É triste meus senhores e minhas senhoras, é triste.

É por isso que, embora não seja nada adepto de tatuagens, ando a ponderar fazer uma que diga "Se acabaste de borrar-te e não te lembras, está na hora de morderes a língua com força."

Acho que vai fazer muito sucesso quando for à praia.

2008-11-26

Estou ansioso para ver este gajo(?) fracassar!

O gajo está mesmo convencido que é a nova Madonna!



O grande videoclip do single de estreia.



Homossexualidade? Tudo bem.
Bichas? Só à pedrada.

2008-11-24

Mensagem de Natal - II

Ontem à noite, em Lisboa, dei-me conta de o quão bonita a cidade estava. Enfeitada, cheia de luz, completamente envolta em espírito natalício.
A cidade não é mais que uma puta. Pôs-se bonita porque nos quer sacar dinheiro.

Eu? Não, obrigado.

Ouvi na televisão que se Cristiano Ronaldo ganhar o prémio para melhor jogador do ano, "será um orgulho para toda a gente".

Não gosto muito que façam usa da minha palavra sem me pedirem autorização primeiro.

Não só não será um orgulho para mim como será o pior pesadelo de todos os tempos. Se tal acontecer, prefiro ficar trancado numa cave escura até 2010.
Jornais? Não, obrigado.

2008-11-21

Mensagem de Natal - I

Popota,



MORRE!

Monstruosamente Grande!

Não, não estou a falar da minha farpa do amor.

O título deste post está intimamente ligado ao fio (corda?) elástico de muco bucal do líder do PCP.




Bem estudadinha acho que há ali matéria que poderá ter aplicação militar.

(Visto na televisão é bem mais assustador.)

2008-11-16

Claqu€s

Tenho tentado controlar-me no que toca a comentários em torno deste tema mas hoje foi a gota de água. Não aguento mais. Tenho que expressar o que sinto por estes baldes de merda (mesmo que isso signifique que vou passar a receber comentários dos mesmos).

Ontem à noite, depois da derrota do Sportlng, houve arraial no estádio de Alvalade. Foi feita uma bonita espera aos jogadores e treinador.

Qualquer cidadão minimamente inteligente (ou pessoa que perceba que uma paulada nos cornos é coisa para doer), pensaria duas vezes antes de enfrentar elementos da PSP, devidamente munidos de racha-crânios.
Estes meninos não se regem por estes parâmetros de defesa da integridade física. Preferem ter que chegar ao ponto da necessidade de auto-defesa (para depois poderem vir dizer que foram vitimas de violência policial).

Cenário:
  1. Elementos de uma claque dirigem-se a correr para uma zona onde estavam outros membros da mesma claque, tamponados por agentes do corpo de intervenção que, depois de pedirem com jeitinho para que se pusessem a andar, repetiram o pedido com um bastão.
  2. Outro grupo de agentes da PSP, à civil, sacam de b@stões extensíveis, e avisam que a movimentação deles não é bem vinda e que é melhor recuarem. Enquanto que a maior parte dá uso ao único neurónio que possuem, há um tipo que avança na mesma. Conversou um pouco com o bastão e recuou, gritando alguns metros à frente "eu mato-te". O agente visado, demonstrando não é muito superior a quem fez a ameaça, corre para ele, detendo-o, inflamando desnecessariamente o que já estava suficientemente quente.
  3. Individuo é levado para outro local, tendo eu quase a certeza de que ganhou uma violênciazinha policial dentro de portas.
Hoje, com a detenção de alguns elementos da claqu€ do B€nfica, já vem a labregagem toda dizer que é para abafar o resultado do Sportlng, que "é muito estranho que se faça esta investigação 5 meses depois e logo no dia que o B€nfica joga".

Esta falta de capacidade de ser racional e imparcial no futebol dá cabo da minha paciência.

Isto tudo para dizer que, embora leia com regularidade um blog que incita à revolta contra as forças de segurança, que denuncia os "ataques" que a policia faz aos "pobrezitos" dos membros das claques, consigo aguentar as refeições no estômago. Não há santos em nenhuma das partes mas, mal por mal, prefiro antes os que usam violência contra os "santos" que apredejam inocentes na rua, caso tenham um simbolo que os identifique como simpatizantes de outro clube.

Na polícia à merda, tenho a certeza. Será que nas cl@ques há alguma porção que não o seja?

Ministra da Educação / da Defesa do Iraque

Esta é ou não é a mais deliciosa versão do ex-Ministro da Defesa do Iraque?

- A avaliação não está nada suspensa em cerca de 130 escolas! Isso é completamente falso!
- Eu não tenho nada uma pinta de avózinha!
- Eu actuo como dançarina exótica nas mais variadas casas da noite.
- É falsa a noticia que dá conta de que queimei duas almofadas por um sobreaquecimento anormal das orelhas.

O que é certo é que a senhora tinha realmente razão. A avaliação não estava suspensa em nenhuma escola porque o ministério recusou os pedidos de suspensão!



Vá por mim senhora ministra, este é o homem da sua vida. Com ele a seu lado até pode dizer que a manifestação tinha como mote a defesa do seu moderno guarda-roupa.

2008-11-10

Tanta roda dentada a pedir seres humanos...

Qual a coisa qual é ela que tem 100 mil professores e parece um arraial de labregos?

Sabendo perfeitamente que estou a generalizar injustamente, é este calibre de saloios que temos nas escolas?

Cada vez compreendo mais as razões que levam os miúdos, inocentes, a dar valentes cargas de porrada nos professores.

Furando tímpanos:
"Os professores são artistas!"
"Vou até ao cabo do mundo!"

Ias mas é comer fezes...

2008-10-29

Dilemas que Dilaceram a minha Alma

Se fosse obrigado a optar entre manter a capacidade eréctil ou a de manter a continência fecal, não sei por qual das duas deveria optar.

São estas pequenas coisas que me preocupam e que ocupam a minha reduzida capacidade mental.

2008-10-27

euvi@tvi.pt - Constança Cunha e Sá

Estimada equipa de redacção da TVI,

Só tive o prazer de ver o programa "Cartas na Mesa" em duas ocasiões: na sua estreia e hoje, dia 27 de Outubro.

No primeiro visionamento ficou patente na minha frágil memória que a jornalista tinha sido atacada por demência ou incompetência súbita. Nunca antes uma profissional de informação da TVI transbordou tanta arrogância e falta de preparação para uma simples entrevista (sem contar com a vossa directora).
Não sei como é que a senhora conseguiu mas a pontaria era fantástica. Cada vez que ela fazia peito, convencida de que ia lançar uma grande bomba, o entrevistado rapidamente respondia que o que ela tinha acabado de afirmar que era preto, afinal estava comprovado há muito tempo que era branco. Era mais ou menos como se ela me colocasse a seguinte questão:
- Como é que o senhor Piston explica aos portugueses o facto de ter um pénis com 3 metros de raio?
- A Constança está enganada. Tenho fotos que podem comprovar que eu possuo uma vagina e que, na verdade, sempre fui uma mulher, embora muito feia.

Hoje fui surpreendido pela mesma senhora. Pensava sinceramente que depois da estreia ela teria sido encontrada, pendurada pelo pescoço, à sombra de um sobreiro.
Como é que se mantém uma profissional desta craveira no activo?

O que vi foi deveras um pedaço de entretenimento memorável. A nossa querida Constança faz cara de má, prepara uma pergunta, coloca-a, quando percebe que o entrevistado não fica encavacado interrompe, comenta, riposta, etc...

Quando uma jornalista tem tanto protagonismo quanto o entrevistado, alguma coisa está mal. Não é suposto a mesma deixar que a pessoa responda?
E aquela cara? Terá sido trombose ou será que ela acha que, por ser incompetente, pode compensar com uma expressão intimidatória?

Se por acaso ela está a tentar seguir um qualquer modelo profissional, acho que está na hora de começar a meter baldes de botox nos lábios...


No Natal o meu presente eu quero que seja, Constança e uma moto-serra, Constança e uma moto-serra, tiririririuu.

2008-10-15

Portugal! Portugal! Portugal!

Finalmente voltámos ao normal. Já não era sem tempo!
Espero que o Cristiano Ronaldo não ganhe a bota de ouro. Não tenho nada contra ele, mas tenho contra os tugas que não iam calar a boquinha assim que o vencedor fosse anunciado.

Portugal precisa de algo para se poder entreter, para ajudar a esquecer os problemas?
Usem drogas ou ofereçam pasteis de querosene à direcção de informação da TVI e larguem-lhes o fogo.

2008-10-10

Sócrates, o Super-Herói

Ao ler esta notícia, fiquei com a clara ideia de que vivemos numa série televisiva.

O protagonista, José Sócrates, já passou por várias seasons e tem conseguido assegurar que a série não é cancelada prematuramente.
Crises, greves, paralisação dos camionistas, líderes da oposição, diplomas duvidosos... O homem resiste a tudo!

Será que o Zézito vai aguentar o madeirense áspero (bom nome para marca de papel higiénico ou tabaco)?
Será que Manuela Ferreira Leite vai aguentar esta poderosa investida?
Será que Santana Lopes vai concorrer de novo à presidência do PSD?
Será que Santana Lopes não se manca?
Será que Santana Lopes foi contratado pelo Criador para ser o bobo da nossa corte?
Será que Santana Lopes me pode cortar as unhas dos pés enquanto dança o Cancan?

Alguém se lembra de que este senhor ameaçou abandonar a vida política por causa de uma piada feita no felizmente finado, Big Show SIC?

E concretizar? Era tão bom...

2008-10-09

Salvem-me!

Apercebo-me de que não estou de todo em excelentes condições mentais quando, do nada, às 2:37 da madrugada, começo a cantar em falsete o genérico da série Baywatch.

Nuca? Revólver? Por favor?

2008-10-08

Coerência

As pessoas que dizem "não se deseja a morte a ninguém" são as mesmas que proferem a seguinte sentença, cheia de sabedoria e compaixão:

- Era atá-lo a um pinheiro e largar-lhe o fogo!

2008-09-29

Não precisas de asas para voar



Nutro a mais profunda admiração por este senhor.
Efectivamente, não são necessárias asas para voar mas, como é que este homem consegue sobreviver sem coçar os tomates?
Não compreendo.

2008-09-27

Dicas para a DECO

Qual era o objectivo que a DECO pretendia atingir com este protesto?
O que é que acontece às gasolineiras se não abastecermos durante um dia? Não recuperarão o dinheirinho todo logo a seguir?
Quereria a DECO demonstrar às gasolineiras que sabemos não-abastecer? Parece-me estúpido.
Acho que eles já estão alertados há algum tempo para esse facto. Eu tenho um primo que, apesar de ter apenas 3 anos, já sabe não-abastecer. Acredito até que o está a fazer neste preciso momento.

Amiguinhos da DECO, compreendo que a vossa intenção seja boa, porém, acho que têm que começar a usar a cabeça. Se querem fazer um protesto meramente simbólico, afirmem-no abertamente. Sugiro por exemplo que se apele a todos os consumidores que, como forma de protesto, se passe a urinar ao balcão enquanto se marca "verde-código-verde". Isto é uma tomada de posição efectiva, uma marca que fica para o futuro. Muitos serão os clientes que vão passar a abastecer sem pagar. Assim que derem pelo intenso cheiro a peixe...

Outra forma totalmente descabida de demonstrar o nosso descontentamento é, pedir ao povo que por um dia deixe o carro em casa e vá para o trabalho de transportes públicos, substituindo efectivamente o consumo de produtos petrolíferos. É claro que neste caso os portugueses responderiam, com a delicadeza que lhes é reconhecida:
- Ó DECO, VAI APANHAR NO CU! - entre outros mimos que uma menina de bem, como eu, não diz em público.

Vamos todos protestar contra as abusivas taxas cobradas pelos serviços municipalizados de saneamento básico, não defecando durante o dia 26 de Dezembro, vamos?

2008-09-16

Reflexão Sexista

Cada vez mais o significado de "mulher emancipada" é sinónimo de "homem com vagina". Sempre pensei que conseguiam melhor.

Acho que o objectivo desta libertação seria melhorar a vida das mulheres, não torná-las mais camelas. Talvez esteja errado.

Às vezes dou por mim a entrar num determinado espaço público e a ser invadido pela vontade incontrolável de gritar "FAÇAM O FAVOR DE FECHAR AS PERNAS! ESTOU A TENTAR CONCENTRAR-ME NA VOSSA PERSONALIDADE!".

É irónico que a libertação sexual experimentada pelo sexo feminino tenha um efeito contraproducente e, de uma forma nada óbvia, seja benéfico para os machos.
Hoje em dia não há homem que não consiga ter sexo de forma relativamente fácil. Se formos ao Barreiro, até as temos que afastar à paulada (os feios têm aqui a única hipótese de procriar).
Dada a elevada oferta no mercado nós, pela primeira vez desde Adão (ou Big-Bang), temos na mão a escolha sexual.
Não há que ter receio em negar sexo gratuito. Sabemos que há mais no andar seguinte e que, possivelmente, ainda será de maior qualidade.

Sendo a pernoca de fácil abertura passamos à selecção, usando critérios que não se evidenciam com maquilhagem e decotes, os critérios que estão mais em declínio.

É, uma vez mais, deliciosamente irónico que o homem possa provocar uma mulher até ao limite sabendo que nunca irá para a cama com ela porque tem opções bem melhores, deixando-a completamente frustrada por recusar uma queca garantida.

Com a libertação sexual, a mulher veio passar o poder para o lado do homem.
Isto não estava nos vossos planos, pois não?

Não meus amigos extremistas, não quero com isto dizer que o sexo deve ser praticado só depois do casamento, e apenas para a procriação.
Não quero dizer que sou contra um encontro tórrido logo à primeira vista ou que acho que mostrar o tornozelo em público é uma ordinarice.

Estou apenas a dizer que, às vezes, a "ventania" é excessiva.

Who Changed the Rules?



Adenda
- Não, não gosto de mulheres submissas.
Adenda 2 - Alertaram-me para o facto de haver por aí quem pense da mesma maneira.

Coisas que me perturbam

Não sou de todo espectador assíduo de tal programa mas, quando por acaso o apanho em plena emissão, chego a vê-lo durante alguns minutos.

Esta série de estilo "Reality Show", transmite-nos o quotidiano numa casa de putas.
Porque não sei se é perceptível passo a explicar que na imagem superior podem ver-se três pessoas:
  • A puta, a vermelho
  • O cliente virgem (por baixo da puta)
  • A MÃE DO CLIENTE À DIREITA!
Então não é que a mãe deste virgem de trinta e muitos anos o levou a uma casa de putas para o iniciar no mundo do sexo?
O quão falhado é preciso ser-se para ter que ir a um bordel supervisionado pela progenitora? MUITO!

Não aguentei e mudei de canal.

Pouco depois volto ao mesmo canal e estava o gajo, com a mãe ao lado, a contar como tinha decorrido a actividade com um nível de detalhe suficiente para fazer-me correr pela rua gritando "Judite Sousa, limpa-me as unhas com uma moto-serra!"

Se algum dia tiver um filho deste calibre, lembrem-me de o levar a passear a uma siderurgia e de voltar sozinho para casa.

2008-09-12

Madonnomania

Vocês também conhecem fãs de Madonna que correm para vocês dizendo:
- Tu já me viste as pernas dela, com 50 anos?

Sim, já vi as pernas de Madonna (até porque ela insiste nisso em todos os videoclips) e sei que têm 50 anos. É invejável a forma física que consegue manter com tal idade mas, deixem-me que vos diga estimados fãs, as pernas dela são feias comá merda.

Ainda há poucos minutos a vi a dançar e o tronco da senhora estava claramente apoiado em cima de algo que se assemelhava a dois tijolos estreitos.

Tem carisma? Tem.
Tem sempre concertos brutais? Tem.
Tem pernas bonitas? Só se vos entrou um vidro para o olho.

Madonna, filha, já chega de mostrar as pernas. Já percebemos que estás em forma abaixo do equador. Está na hora de mostrares (de novo) as mamas ao teu público.
Sempre queria ver se as forças G não operam na totalidade do teu corpo...

Agora dá um beijinho ao pai e vai lá cantar. Não venhas tarde.

2008-09-11

Acho que estou apaixonado

Eu que tantas vezes bati por aqui nos fumadores, tenho a declarar-vos que acho que me apaixonei.

Fumador que se encontrava numa zona com uma cobertura a 10 metros de altura e totalmente arejada, sem paredes: Desculpe, sabe dizer-me onde posso fumar? Posso fumar aqui?

Piston, sorrindo - Meu panda bebé, quer colinho o meu lindinho da mãe? Pode fumar à vontade, aqui não há problema.
(Para um homem destes eu seria homossexual passivo a qualquer hora.)

Acho que também estou apaixonado pelo senhor(a) que me anda a sabotar a mota, na nossa querida baixa lisboeta. Estou tão apaixonado que amanhã, caso ele tenha a bondade de ir destruir mais um pouco da minha propriedade, vai ter uma câmara apontada aos cornos.
Estou mortinho por saber quem me quer tanto bem. Se conseguir identificar e localizar o gajo, para além de ter umas continhas para lhe apresentar, conto com a ajuda dos meus estimados leitores no sentido de orquestrar uma vingança digna e de elevado requinte.
Como os homens se conquistam pelo estômago (e tenho ideia que estas actividades são feitas por um macho) acho que vou preparar-lhe uma agradável açorda de dejectos.
Como prova do meu amor, não vou tirar a puta da mota do local onde a tenho estacionado. Está bem estacionada e, que eu saiba, não incomoda ninguém. Mostra-te e vais ver a serenata que te vou fazer.
Se me cortares os travões, podes ter a certeza darei a missão a alguém de te coagir a papar os meus órgãos vitais (e toda a estrutura óssea de que sou composto) por um qualquer olho, à tua escolha.

2008-09-06

Viva ao Touro? Viva!


Gosto desta fotografia. Não a acham minimamente curiosa?

Estive recentemente na praça de touros de Vila Franca de Xira, num concerto. Quando avistei o cemitério desejei de imediato que aquele fosse o resultado de muitas touradas em que o toureiro saiu derrotado.

Sim, também não gosto de touradas e só gosto de forcados quando devidamente empalados. Se fossem assim tão bravos, não esperavam que o touro estivesse um bocadinho para o ensaguentado.

Gostaria de terminar este post dando um abraço aos habitantes da aldeia da Luz, local onde continua a haver tourada de morte sem que a comunicação social faça ondas.


Dor vs Mágoa vs Raiva

Dor - O que sentimos quando alguém nos coloca um martelo pneumático em cima de um pé e começa a rebentar com ele.

Mágoa - O que sentimos quando o gajo que estava a operar o martelo o fez a olhar-nos nos olhos e depois nos diz que não percebeu que estava a ser desagradável e que era para parar. Para compensar convida-nos para uma futebolada com os amigos.

Raiva - Aquilo que vamos pôr em prática usando para isso o nosso recém-decepado pé, instruindo o primeiro interveniente acerca dos prazeres sádicos que as práticas necrófilas anais podem causar a amputados.

Raiva wins!

2008-09-04

A verdadeira definição de:

Efeito Borboleta - Teoria do Caos

O bater das mamas de Luciana Abreu em Pequim pode provocar uma tempestade em Washington (ou impedir a sua formação).


2008-08-31

Ai!

É para reproduzir com som.
Pessoa sensível? Passe à frente.




Gostaria de agradecer a todos os que passam por cá com regularidade, a todos os que em tempos frequentaram esta espelunca e faço votos de que, algures nas vossas vidas, tenham uma fractura exposta.

Gosto profundamente deste espaço.

Se este blog é homem, eu sou gay.
Se este blog é mulher, onde estão as mamas? Não percebo.

2008-08-28

Vamos para a Guerra!

Enquanto os meus leitores acham que estou louco, que acordei com os pés de fora ou que estou com o período, há um homem que se chega à frente e diz:



- Vamos lá começar a rebentar esta merda toda.

Vladimir Puttin demonstrou hoje que tem poder e que o vai usar (se eu pedir).

Usa-o Vlad!

2008-08-27

O plasma que destruiu uma civilização

Sendo eu um pacifista podem parecer-vos estranhas as linhas que vou escrever.

Para enfrentar a crise económica precisamos de uma guerra com urgência.
Acho mesmo que não há volta a dar. Precisamos de mortos, pedaços de corpos espalhados pela rua, insegurança, medo, famílias destruídas, cidades arrasadas, estruturas de saneamento básico, electricidade e água devastadas, metade das pessoas que conhecemos enterrada e a outra metade em vias disso.

Por todo o mundo o ser humano se queixa da crise justamente quando chegámos à época em que:
  • Pagamos uma mensalidade no ginásio para perdermos aquilo que comemos a mais.
  • Pagamos para ter comprimidos que nos ajudem a perder aquilo comemos a mais.
  • Pagamos para ter comprimidos para nos livrarem da tristeza que é viver sozinho, atrás de um computador ou de uma personalidade intolerante que à mínima contrariedade "despede" uma pessoa da sua vida.
  • Pagamos para ir ao cinema ver a vida maravilhosa de outras pessoas, as que têm coragem para mudar o mundo e que, depois de desligadas as câmaras, vão tomar antidepressivos para o camarim.
  • Pagamos para ter sexo.
  • Pagamos para ter medicina que nos livre das doenças que contraímos a trabalhar 10 horas por dia.
  • Pagamos para que alguém tome conta daqueles que amanhã vão ser "uns mal agradecidos" porque trabalhámos para lhes dar tudo (materialmente) o que têm.
  • Pagamos a mensalidade de um carro que em vez de trabalhar para nós pôs-nos a fazer o contrário.
  • Pagamos para sermos bonitos, atraentes, para conseguir sacar um bom companheiro(a) porque não somos suficientemente interessantes para o fazer de outra maneira.
  • Pagamos por cultura para nos tornarmos interessantes, para podermos beber aquilo que os outros tiveram coragem de experimentar ao vivo e a cores.
  • Pagamos por um telemóvel que tenha câmara de 30 mega pichas, porque é muito importante tirar fotos de todo e qualquer cagalhão que encontremos na rua.
  • Pagamos a prestações um plasma (que geralmente é um LCD mas "plasma" dá uma erecção maior) porque o que precisamos mesmo é de ter cinema em casa, independentemente do número de cáries que possa ter a boca do puto.
Há outra hipótese?
Quando digo que precisamos de uma guerra, não me refiro a brincadeiras como no Iraque. Refiro-me a uma terceira guerra mundial. Uma guerra onde não se lute por interesses económicos mas sim por pura sobrevivência.
Uma guerra onde Cristiano Ronaldo terá que vender os brincos para comprar meia carcaça.
Uma guerra onde de nada valerá um iate porque não dará para trocar por comida.
Uma guerra em que o Major Valentim Loureiro fique com merda a escorrer pelas pernas só de ouvir um morteiro.
Uma guerra onde o preço da gasolina vai deixar de ser importante simplesmente porque não sabemos dos nossos amigos há meses.
Uma guerra em que seja tolerável comer a Lili Caneças porque os talhos estão vazios.
Uma guerra em que se consiga uma carnificina apenas por lançar um saco de pão para o meio de 1000 pessoas esfomeadas.
Uma guerra em que o Manuel Luís Goucha seja forçado a vender o seu guarda roupa apaneleirado para o fabrico de tendas.

Crise económica? Será que a classe média não se apercebe que não é o governo mas sim o mundo que está a atingir a saturação por excesso de arrogância (a da própria classe média)?

Acredito que haja muita gente a passar genuínas dificuldades mas acho que é quase pornográfico que um gajo com um plasma em casa se queixe por tudo e por nada.
Um dia hás-de barrá-lo com manteiga e vais enterrá-lo no cu (porque não o podes comer de outra maneira).

BAIXA A BITOLA MEU COIRÃO CHUNGA! Tu não tens direito a viver só porque respiras!
Vê lá se te faz mal à mioleira ver o Benfica a perder num ecrã de 55 centímetros.

2008-08-26

Lógica - A religião que nunca falha

Até hoje não saberia bem o que responder à pergunta "és de que religião?". Passarei a responder sem pestanejar que eu acredito na Lógica.

Parece estúpido e uma crença demasiado óbvia? Talvez mas nem tanto.
Continua a haver um número elevadíssimo de pessoas que acreditam que as catástrofes são testes de Deus à nossa fé e não consequências geológicas ou geradas pelas acções do homem.
Felizmente esses tempos já lá vão? Não me cheira.



Mas falemos antes da minha "religião". Porque é que vale a pena abraçar este culto? Ele NUNCA vos vai falhar.
Pensem bem nisto. Se acreditarem na lógica e somente nela, nunca vão ter que olhar para o céu, acenando com o coto a perguntar:
- Porquê meu Deus, porquê?
Não estou a dizer que lógica vos vai safar de todos os males do mundo, nada disso, mas a resposta à pergunta deste jovem amputado é clara e reside dentro dele próprio. Se se questionar irá chegar à conclusão de que não se olha para o decote de uma transeunte enquanto se opera uma serra eléctrica. É mais que lógico que a serra não ia parar ao sentir o osso dele. Quando muito abrandava para rir um pouco e depois, vá de espirrar sangue!

A lógica diz a este jovem: eras um camelo e agora és um camelo de 3 patas.
Deus não diz nada. O crente é que dirá que Deus quis que fosse assim. É mais ou menos o mesmo que dizer que "não como alface, porque não".

Uma pessoa é baleada por um assaltante, na cabeça, sobrevive. Foi a mão de Deus.
Foi a merda! Se Deus em vez de usar a mão usasse a perna e pregasse uma rasteira ao meliante, um tinha os queixos partidos e o outro teria saído ileso. Isso é que seria a bondade do Senhor.
Vamos tentar juntar por um instante a lógica a Deus: Será que ele não tem pernas ou não sabe pregar rasteiras?

A sua filha veste-se como uma vaca rasca? A Lógica diz que você e a sua filha moram no Barreiro e que ela se veste assim porque é efectivamente uma pêga profissional, que só faz descontos ao padastro porque ele faz uma chantagem jeitosa.
A religião do Senhor Jesus, deverá dizer que ela é assim porque é a vontade de Deus e nem se interrogará se ele não anda com umas vontades estranhas...

Eu tento viver a vida de acordo com a Lógica. Eu sou um lógico praticante (até porque se não o fosse, era ilógico).
Os católicos podem ser praticantes ou não-praticantes. O não-praticante continua a ser católico e a vibrar pelo clube, só que não vai ao estádio. Seguindo esta lógica (que não é a Lógica), eu sou um astronauta/prostituto não-praticante.

A Lógica nunca te vai queimar num pelourinho. Quando muito tu é que te queimas porque és estúpido e gostas de brincar com isqueiros e latas de desodorizante. A Lógica apenas te dirá que fogo+estúpido+cara=expressão facial pouco atraente.

Tal como os católicos, por vezes deixo de acreditar nos dogmas pelos quais tento guiar-me. Já abandonei algumas vezes a lógica para acolher em mim a verdade de outras pessoas (o que é coisa para dar, de vez em quando, buraco). Sempre que a Lógica entra em conflito com as pessoas é porque nós não estamos a ver bem a extensão das peças que compõem o puzzle ou estamos a levar com um barrete do tamanho do rabo da Oprah. Convenhamos que ninguém quer andar com algo de tal dimensão na cabeça. Não só faz mal à coluna como eleva o centro gravítico a um nível que nos impede de andar sem parecermos um bêbado, coxo e que acabou de dar dez voltas a uma mesa.
Cem por cento das vezes em que isto me aconteceu e em que abandonei um instinto (que também se guia pela Lógica) acabei por ter que voltar atrás.

Quem é que se atreve a desafiar a Lógica?

2008-08-25

Siga para Vénus

Questão:
As pessoas que batem com com os talheres nos dentes merecem permanecer neste planeta?

And Now for Something Completely Different

Omiti aqui algo de relevante.
Havia mais uma moça que também não fumava... Já fuma.
Durante 3 dias fê-lo à janela, como é suposto, mas ao quarto dia "esqueceu-se" de o fazer. Sabemos que é um "esqueceu-se" e não um esqueceu-se quando percebemos que nunca mais se "lembrou" de o fazer.

E agora, só para atenuar o meu estado de irritação por me terem espalhado cinza pela mesa, gostaria de vos apresentar uns vídeos bem humorísticos, aos quais nem o fumador mais carrancudo vai resistir.

O primeiro é protagonizado por John Cleese, o histórico membro dos Monthy Python.







É ou não é bem divertido?

2008-08-24

Anúncio

Procura-se mulher séria, bonita, atraente, com excelente sentido de humor, carinhosa, louca na cama, culta e com uma personalidade forte para lhe remover os rins e abandonar numa sarjeta.

As interessadas devem contactar o proprietário deste blog.

2008-08-23

Crime violento? Sim, por favor.

Não, não tenham pena das vitimas da criminalidade da moda, a mais violenta.
Entre essas "vitimas" há, de certeza absoluta, pelo menos uma que aprecia a Ágata. Neste caso a violência não é crime mas sim uma tentativa de repor a justiça e o bom gosto.

E que não se riam os fãs de Tony Carreira! Brevemente haverá um qualquer objecto contundente dedicado ao rebentamento da vossa nuca.

2008-08-22

Afinal já somos os maiores outra vez!

Viva à parolada que é este país.

Ainda que tendo concordado sem qualquer hipocrisia com o que se escreveu por aqui, ao perceber que as pessoas que começaram a "apedrejar" a comitiva portuguesa nos jogos olímpicos são as mesmas que do nada, se tornaram especialistas em triatlo, tive que repensar a minha opinião. Cá vai:

Aqueles que já tiveram uma pequena experiência competitiva, vamos lá, fazer uma corrida com um amigo, sabe perfeitamente que nunca sabe bem perder.
Aqueles que já tiveram um pequena experiência competitiva que envolva algum público, ainda que sem grandes perspectivas de arrancar excelentes resultados, sabem que as palavras "pressão" e "nervosismo" são algo que envolve qualquer desportista.
Aqueles que já foram apanhados a cagar no meio da mata (ou até mesmo na mesa da cozinha) terão uma pequena ideia do constrangimento que é estar em frente a milhares de pessoas.

Alguma dessas vozes críticas sente, no mais profundo do seu ser, que seria capaz de continuar a cagar enquanto outra pessoa assiste ao seu desempenho?
Alguma dessas vozes críticas investiu anos de vida numa simples cagada? Se sim, lamento informa-vos que padecem de Alzheimer e que na verdade isso foi papado há poucas horas.

Tirando raras excepções, não acredito que qualquer um dos que produziram algumas das declarações mais parolas de todo o sempre, tenham provado a derrota de animo leve.

Agora que a comunicação mais otária de todó mundo vai reentrar em histeria, perguntam vocês:
- Piston, meu ser de genitais mutantes, não há ninguém no meio desta história toda que mereça ser perfurado na cabeça com um berbequim até ficar com a expressividade de uma boneca insuflável?
Claro que sim. O manda-chuva da comitiva!
Um líder que anda ao sabor da comunicação social, um lider que ao contrário dos atletas tem a oportunidade de fazer declarações a frio, ponderadas e apaziguadoras, um líder que decide alinhar cobardemente num ataque a quem já está moribundo, merece ser alvo de uma pequenita carnificina.
O senhor Vicente Moura, aparentemente, já não se vai demitir do seu cargo. Aquele que não defendeu os seus atletas quer agora manter-se à frente do destino dos mesmos.

É certamente um orgulho e um privilégio representar a nação, mas o que é afinal a nação? Um território? Não é a nação um conjunto de valores gerados por quem nela vive? É que se é isso, prefiro não ter país.

Para terminar gostaria de deixar aqui algumas palavras soltas para que façam uma livre associação de ideias:
  • Desporto
  • Grunhos
  • Glória
  • Nação
  • Nelson Évora
  • Francis Obikwelu
  • Deco (o jogador, como é óbvio)
  • Assalto ao BES

2008-08-20

Morangos com Açúcar Vs Rebelde Way

Estava noutro dia a arrancar com os dentes cravos do pé de um mendigo, quando me dou conta que estava a dar na televisão a Morangos com Açúcar. Após apreender alguns dos diálogos desta maravilhosa peça de ficção penso para comigo o quão relaxante seria se, por um mero acaso, me rebentassem uns 10 aneurismas cerebrais em simultâneo.

QUE MERDA DE GUIONISTAS!
Não há ninguém que pegue numa faca ferrugenta e que abra estes gajos ao meio? Não? E armas nucleares? Que se lixem os pacifistas! Quero que amarrem uma ogiva à cabeça daquelas bestas e que rebentem com 10 gerações!

Deixem-me também que me dê uma palavrinha a quem deu o nome de "Rebelde Way" à série concorrente, a da SIC.
- Achas que és muito criativo e que vais apanhar os putos todos com esse nome super-cool?
É verdade que não há nada mais cool que ser um granda rebelde, daqueles que lutam contra os pais, contra o sistema e que só ouvem música não-comercial no seu Ipod comprado com o salário que ganham enquanto trabalham como filhos, contudo, "Rebelde Way" é, provavelmente, o nome mais merdoso da história da humanidade. Faz-me um favor e vai nadar numa ETAR até que te cresçam borbulhas gigantes no interior da garganta.

Na tentativa de tornar a coisa moderna e apelativa, dando um toque americanado à coisa, conseguiu-se algo de tão elevado bom gosto que rivaliza, na sua própria categoria, com um prato de iscas com chantilly.


Gostaria também de deixar um pequeno ataque pessoal à moça que aparece na promo no lado esquerdo: esse penteado e expressão humilde à Robert Mugabe, despertam em mim instintos do demónio.
Apetece-me despir-te toda, enterrar-te na praia até à cabeça e chamar uma matilha de pit-bulls esquizofrénicos, só para que te estilizem a tromba um bocadinho.

2008-08-19

A mulher perfeita...


É impressionante como mesmo a pessoa mais fria e inatingível, a maior besta do mundo, quando tocada da forma certa pela pessoa certa se pode tornar num ser dócil e carinhoso.

A mulher perfeita é aquela que tem a agilidade suficiente girar o corpo de forma a evitar marcas de maior aquando de uma sessão de disciplina, dada pelo seu companheiro, com o recurso a um saco de laranjas.

A mulher perfeita é aquela que consegue articular de forma perceptível a frase "caí das escadas" mesmo quando tem o maxilar partido.

Tiveram por momentos a ilusão de que ia escrever algo romântico? Está tudo parvo ou quê?

2008-08-18

Na loja online do hipermercado Continente...


Desculpe? Eu li bem? "Bacalhau Higienizado"? Esta é nova.
Terá este bacalhau sofrido uma dura lavagem com Dystron?
Porque locais andou metido este bacalhau?
Será de viveiro?
Terá crescido numa ETAR?
Saberá a rosas?

Alguém me explica qual o significado desta expressão neste contexto?
Não estamos a abusar um bocadinho no que toca à obsessão por uma vida livre de germes?
Já não há ninguém que use a mesma faca para limpar as unhas dos pés e para cortar o queijo?
Que vozes são estas na minha cabeça?

(Ainda estou traumatizado por ter tido que explicar a uma MULHER o que era a Dystron.)

2008-08-14

Casas de Banho de Portugal

Não vos parece que as casas de banho deste país merecem uma rubrica? Claro que merecem!


Entrego-vos aqui, de mão beijada, quatro casas de banho que, pelas suas características merecem destaque.

1 - "Lençol" para a peida



Este fantástico vaso sanitário tem, acima dele, um dispensador de "lençóis" peidolais que permitem que o utilizador se exprima de forma confortável e sem ter que pensar nos milhares de rabos que por aqui passaram.
O padrão xadrez ajuda também a um estado de calma, mesmo quando nos deparamos com material biológico altamente perigoso.

2 - A escova



Quando me deparei com este maravilhoso exemplar, pensei:
- Se tivesse aqui pasta de dentes, não hesitava.
Caso a imagem não seja suficientemente esclarecedora, fiquem a saber que este tampo tem uma manga de plástico por cima, que é renovada cada vez que carregamos num botão.


3 - Arruma-te aí ao canto que já tratamos disso



Casa de banho do Centro Comercial Alvaláxia.
A cor amarela presente na casa de banho masculina, não só disfarça os salpicos como mete um gajo logo todo animado.
Como puderam reparar, no lado direito (primeira divisão defecatória do centro de processamento de caca do R/C) há muito espaço para copular. É certo que terá que ser de pé, mas pelo menos a sanita não estorva.

4 - Mostrando-a a Lisboa



Armazéns do Chiado, piso da restauração.
Vejam lá o vídeo de novo. Repararam? O último urinol só tem divisória do lado direito. Quem ali urina está protegido do olhar guloso de um potencial utilizador do urinol adjacente, mas está a mostrar a pila a TODA A CIDADE DE LISBOA!
Pronto, talvez esteja a exagerar. Aquilo é no 6º piso mas posso garantir-vos que quem frequenta os andares mais elevados dos edifícios nas redondezas, vê dezenas de pilas por dia.
Se tiverem equipamento fotográfico jeitoso, podem abrir um site e fazer bom dinheiro.
Esta instalação sanitária conta também com a vantagem de estarmos constantemente a ser apanhados a ajeitar os tomates. A zona dos lavabos fica à entrada, entrada essa que não tem nenhuma barreira para o lado da zona feminina.
O macho acaba de verter águas, vai descontraído para lavar as mãos e quando dá por si, tem 5 mulheres (que estão a fazer fila) a olhar para a zona testicular que está a ser carinhosamente afagada.


Quem me envia pérolas deste nosso Portugal? Quem terá essa bondade dentro do coração?
Eu sou um apaixonado por casas de banho. Quero conhecê-las a todas, quero tratá-las por "tu"!
Quem me envia a próxima Rainha, aquela a quem vou doar parte do meu ser?

2008-08-12

- Olha, os meus miolos estão a vo...

Os policias, que geralmente são uns filho-da-puta porque têm a mania irritante de nos multar quando andamos a 120 km dentro de uma localidade e também por exigirem que se cumpra a lei, deixaram subitamente de o ser só porque mataram um brasileiro.

Acho que a maior parte dos portugueses que estão histéricos com a nossa "swat" estavam-se pouco lixando para os reféns. O que retêm disto é um pretexto para exercerem xenofobia em fóruns televisivos e radiofónicos sem sentirem que estão a ser julgados.

Sim, a policia portuguesa matou um brasileiro, não o neutralizou. Acho que o ph do gajo ficou na mesma.
Para mim, espetar com uma bala na corneta de uma pessoa não é nem nunca vai ser "neutralizar". Compreendo perfeitamente que um cadáver não entra em discussões, a opinião dele é neutra. Ainda assim, mataram-no.

Desenganem-se os que acham que quero com isto dizer que são assassinos. Mataram o gajo e mataram bem, não por ser brasileiro mas porque tinha que ser feito. Ele pôs-se a jeito, ameaçou a vida de inocentes e legitimou a bala que comeu. Para mais, um gajo que se expõe daquela maneira na rua, é burro e não anda a fazer muito por cá.

Mas estou cá para teorizar acerca de outras coisas...
Lembram-se da frase "até os comuemos a todos"? A Unidade Especial de Policia, aparentemente, fez um bom trabalho. Tal como a nossa selecção nacional, após a primeira vitória: "temos a melhor policia do mundo!".

Sugiro que se usem estes agentes no mundial de futebol de 2010.
  • Têm o apoio ridículo dos portugueses ridículos
  • Não sabem jogar à bola mas têm armas...
Cheira-me que iam até às meias-finais.

Não tirando mérito a esta unidade, será que se amanhã acontecer algo semelhante, tudo irá correr tão bem como desta vez? É que se perdem um refém o 100% de sucesso leva logo uma ripada e fica a 50%.


Tugas histéricos, não têm uma esposa para violentar? É que assim sempre estão entretidos e não vos tenho que ouvir.

P.S. - Querida TVI,
Podes por favor transmitir em directo o funeral do falecido e entrevistar os senhores do P.N.R.?
Já agora, vê se abres uns golpes fundos nos teus jornalistas, se os regas com gasolina e se lhes largas fogo. Estou farto deste festival de merdosos a procurar merda.

2008-08-07

Recuperar o poder (que nunca foi nosso)!

Desde o inicio dos tempos que o homem domina o mundo.
Desde o inicio dos tempos que a mulher domina o homem.

Indirectamente, sempre foram elas a mandar nisto tudo por via do nosso pénis. Agora que elas o estão a começar a fazer directamente, sem precisarem de nós como intermediário, o que fazer? Não sei se estão a perceber bem a gravidade do caso...

Nós estamos à beira de nos tornarmos completamente desnecessários!

Em poucos anos poderemos estar numa estrutura semelhante à Matrix cinematográfica, em que somos mantidos vivos apenas para a extracção de esperma.

Homens deste planeta, está na hora de enfrentar a situação e eu tenho um plano. Só há uma forma de evitar a catástrofe.
Sexo! É certo que os vibradores fazem muito mas não podem certamente insultá-las durante o acto ou trocar-lhes o nome pelo de uma amante.
É no sexo que está a solução para este problema. Não, não resulta continuar a agir da mesma forma, a ceder às carnalidades, como é suposto num macho, por dá cá aquela palha. Temos que o negar!

Se há coisa que as mulheres têm como dado adquirido é que os homens, perante uma situação de sexo gratuito e sem responsabilizações, não hesitam: siga para o chavascal!

Imaginem só o que é uma Soraia Chaves (que nem é bom exemplo porque tem cara de cavalo) a oferecer caldeirada e vocês a negarem... Claro que há logo mais 30.000 que a querem e que fazem tudo e mais alguma coisa, mas vos garanto, ela só vos vai querer a vocês, porque a rejeitaram.

A solução é a castidade. Compreendo que não vos agrade, mas temos que fazer qualquer coisa!
Elas já conduzem bêbadas, dão peidos, escarram e também já matam os filhos. Onde está a nossa individualidade?

Note-se que esta medida desesperada não é no sentido de nos superiorizarmos às mulheres, nada disso, pretendo apenas promover a igualdade entre sexos.

Machos de Portugal, juntem-se a mim! Digam não ao sexo (só a primeira vez)!

2008-08-04

Tabaco no trabalho


De mansinho, como quem não quer a coisa, toda a gente onde trabalho começa a cagar de alto a baixo na lei. Abandonou-se o espaço de fumo na cozinha e começou-se a fumar em qualquer sitio e à frente de qualquer pessoa.

Pouco me importa se violam a lei ou não, o que é certo é que não respeitam os outros e isso sim é coisa para me deixar lixado.
E quando perguntam aos outros se se importam que fumem quando a mim nunca o fizeram? Fico pouco podre...

Acho que está na altura de activar um plano de sensibilização, uma ideia que explanei por aqui no inicio do ano: vou começar a masturbar-me em qualquer local e não terei qualquer critério quanto ao alvo. Quem levar com os resíduos da minha actividade, levou!

É uma falta de respeito, não é? AZAR!

Nota: São todas mulheres. Parece que fumar é mesmo sinónimo de emancipação...
(Calha bem, assim o meu acto é mais ofensivo.)

2008-08-03

3 de Agosto de 2007

(Tal como prometido aqui.)

Sim, o texto vai ser longo.

Vale a pena ler? Claro!
Envolve dor que foi incutida neste que vos escreve? SIM!

Divertimento garantido.


12:00 - Caminho com os olhos baixos. Sinto cada detalhe do chão, cada pedra da calçada. Por muito poético que possa parecer, tudo se deve ao facto da sola dos ténis estar para lá de gasta. Prometo a mim próprio que não voltarei a fazer uso deles.
Para trás ficou uma hora e meia de transportes públicos que me levaram ao coração de Lisboa.
Apresento-me na recepção e informo que me disseram que era para estar lá às 12:30. Pedem-me para esperar. Dizem que vão tratar do processo e já me chamam.

Estou em jejum (não-opcional porra!), nem sequer água bebi. Olho para a televisão e está a dar o Goucha. Pego num x-acto e vou cortando o céu-da-boca, só para ajudar a passar o tempo e a controlar a dor que é ver aquele cozinheiro afrutalhado.

12:25 - A senhora da recepção vai ter comigo e acompanha-me ao 2º andar. Dá-me mais alguns detalhes e diz-me que aquela vai ser a minha cama. Devo aguardar que um enfermeiro me aborde.
Na enfermaria está um senhor. Cumprimento-o cordialmente, e rezo para que me deixe sossegadinho. Não estou com grande vontade de contar a minha vida.
Instalo-me e observo a toilette que me está reservada: bata e touca. Eu gosto de andar nu, como tal, parece-me bem. O meu único receio é que, por uma vil manobra hemofilosófica, fique com algo espetado no ar, ficando assim bem visível o meu nível de alegria.
O meu "companheiro" recebe alta. Apercebo-me que sou o Rei da enfermaria. O comando da televisão, é MEU!

14:00 - Novo "companheiro". Velhote careca que me explica com entusiasmo que rapa todos os dias o cabelo com lâminas de barbear e que depois a esfrega com uma mistura de betadine+álcool. Diz-me que resulta e que já lhe está a começar a crescer cabelo.
Lamento a minha sorte quando sou forçado a fazer alguns comentários genéricos sobre futebol. Não percebo um boi mas desenrasco qualquer coisa. Não quero que um homem que vai permanecer imóvel durante a noite pense que eu sou "amigo do Goucha".

15:00 - Finalmente um enfermeiro! Pede-me os exames, diz-me para vestir a bata bonita e mais nada por baixo. Obedeço, dou a pata e deito-me na cama. Adormeço para tentar enganar a fome e sede que me estão a dar cabo do juízo.

19:00 - Duas enfermeiras vêm buscar-me para o bloco operatório. Depois de me observarem apercebem-se de que sou um homem e que NÃO TENDO SIDO INFORMADO não depilei a zona em que vou sofrer a intervenção. Sim, parece-me óbvio que seja conveniente a ausência de pelos, mas nunca cheguei a pensar nisso.

19:15 - Cortam-mos deixando-me as pernas às listas. Sou conduzido, deitado na cama, até à sala do matadouro. Sinto-me ridículo por não ir pelo meu próprio pé.

19:25 - Sou entregue no bloco operatório e sou recebido pela anestesista. Tem um sorriso de varrer um gajo de alto a baixo e uma capacidade especial para me criar uma bolsa de soro debaixo da pele da mão. Falhou o alvo e em vez de meter a intra-venosa na VEIA, espeta-me o soro em parte indevida.
Ela pede imensas desculpas enquanto me espeta repetidas vezes na tentativa de fazer a coisa bem. Respondo que não tem problema, que às vezes acontece e que se for preciso lhe empresto um martelo pneumático. Exclamo tudo isto com a voz de quem está a defecar um cacilheiro. Aquilo foi coisa para doer um bocadinho.

19:35 - Alguém que começou a sair de uma anestesia, começa a gemer. Certamente tem uma pedra na boca, porque não se percebe nada do que diz.
Explicam-me o tipo de anestesia que me vão aplicar e dizem-me que agora sou capaz de ficar um pouco confuso. Penso para mim: deves achar que não aguento essa merda-tens-razão-isto-está-a-bater-com-uma-força-do-caraças! Mantenho-me acordado mas pouco consciente. Adormeço por tempo indeterminado.

Sei:lá - Acordo enquanto me levam para a sala de operações. Cumprimento o zé-da-faca e prometo a mim mesmo que vou ficar acordado e ver a carnificina pelo monitor. Mando uma piadola ou duas à equipa, mostrando que estou descontraído e que se não estivesse em jejum dava um flato ou dois só para desanuviar o ambiente, para o tornar mais acolhedor.
Dizem-me que agora é que é a anestesia.

Sei:lá e uns minutos - Acordo e penso: Ups! Onde está a minha pila? As minhas pernas? NÃO SINTO NADA DA CINTURA PARA BAIXO!
Não, não entrei em pânico, já sabia que ia acontecer. Não vejo nada para baixo, está tapado. Apercebo-me que estou nu e que aquela merda que anda a voar de um lado para o outro são as MINHAS PERNAS! Penso para mim que esta seria uma péssima altura para receber um fellatio.
Apercebo-me pelo ecrã que o senhor doutor já está a escavacar o meu joelho com uma retroescavadora.
Adormeço de novo.

22:00 - O terror.

8:00 - Hora de mostrar a pila a outra enfermeira que levanta os lençóis sem saber que eu estava nu.

9:00 - Hora de mostrar a pila a uma senhora doutora que levanta os lençóis sem saber que eu estava nu.

10:00 - Hora de passear nu pela enfermaria (onde já estão mais dois pacientes) e pelo corredor e de mostrar a pila a mais 3 ou 4 pessoas.
Não é que a cabra da enfermeira me mete numa cadeira de rodas para eu ir tomar um duche e não me tapa com nada? Eu convencido que aquilo era habitual.
Em condições normais não me importaria. Mostraria a todos a minha imponência. Naquele dia, em especifico, tinha o órgão sexual mais mirrado de todo o concelho. Dignidade = 0.
Na volta para a cama, é outra enfermeira que me vai buscar. Manda-me tapar-me com uma toalha, não me queria ver as vergonhas! Passei por pervertido sem o querer ser.

12:00 - Saio do hospital e percebo que deixei todo o orgulho lá dentro. Vou para casa lamber as feridas (por favor não levar à letra).

2008-07-30

CALA-TE!

Se querem um favor meu, mesmo que não me falem há 2 anos, peçam. Por favor não finjam que são os meus melhores amigos e que estão genuinamente interessados na minha vida.

Hoje recebi uma chamada de um otário que conheci através da irmã da ex-namorada dele. Este pote de fezes precisava de uma substituição no emprego e achou por bem telefonar-me.

- Então amigo, tudo bem?

Amigo a merda! Eu nunca fui teu amigo não é agora que vou começar a ser não tendo contacto contigo há 2 anos.

- Que fazes da vida - continua ele.

Tenho andado desesperado à espera da tua chamada para que pudesse dizer-te o que tenho feito, ou então, é possível que estes estejam a ser os 30 segundos de conversa mais insuportáveis dos últimos 3 meses.

Não há ninguém que espete um arpão no pescoço deste gajo e que o arraste pela A5 até que o chumbo nos dentes faça faísca?
Ele não é má pessoa, pelo contrário, é daqueles camelos muito fofinhos, que falam à bebé com as meninas e que merecem um aneurisma instantâneo.
Não suporto gente assim.

EU NÃO QUERO SABER DA TUA VIDA, TU QUERES UM FAVOR, PEDE E CALA-TE! NÃO TOLERO ESSA ENCENAÇÃO DE ATENÇÃO!

Esta gente boazinha e atenciosa dá-me cabo do juízo. Antes comer uma sandes de pregos a ter que receber chamadas destas.

2008-07-29

Não me esfregues aí, por favor.

Sempre evitei este tipo de post por ser extremamente vulgar mas hoje não me contive.



QUEM É A BESTA DE MERDA QUE ANDA A FAZER ESTA PESQUISA?

Não me choca minimamente a temática. Não que alguma vez pudesse ponderar que tal situação acontecesse comigo (merda, tenho que ir vomitar) mas o que é que este ser pretende obter desta pesquisa? Conforto? Compreensão? Uma esponja? Um tiro na nuca?

Como este blog é mal frequentado...

2008-07-28

Sinceridade

Há alguma coisa mais sincera que uma erecção?

Sendo involuntária esta é uma clara e genuina declaração: quero fazer amor contigo/(comer-te animalescamente) és atraente.

Não que tenha recebido algum comentário ou que alguma vez tenha pedido essa informação a uma moça mas, acho que a diferença entre o "nojento" e o "excitante" é apenas o interesse que a mesma tem pelo senhor com o mastro em sentido.

Se uma rapariga detecta a erecção de um gajo pelo qual não tem qualquer interesse, por muito certinho e correcto que ele seja, estou certo que será de imediato conotado de forma pouco amistosa. Se por outro lado, ela estiver interessada no animal, já sabe que ele funciona e pode até avaliar o tamanho (que interessa por muito que mintam e digam que não).

As mulheres não sabem a sorte que têm. É bastante trabalhoso resolver este problema logístico.
Não é dificil ocultar uma erecção, o complicado é movimentar o Manel-Jaquim para o modo furtivo sem que ela dê conta.

Os homens conseguiram convencer as mulheres que existe uma regra que faz parte do cavalheirismo básico: senhoras primeiro. Esta "regra" tem o único e exclusivo objectivo de nos proporcionar tempo para manobrar.
Geralmente as entradas e saídas do carro ou de uma divisão, são ocasiões de ouro. São excelentes para levar a mão ao bolso e tirá-lo da posição de stress. Desde que ele esteja preso no elástico da roupa interior ou agrafado aos abdominais, tudo irá correr bem. Ela não dará conta.

Deve um macho esconder uma erecção numa fase prematura de qualquer relacionamento (pergunto eu às senhoras)?
Não é suposto levar-se "a bem" este facto da vida que é o nós-não-controlamos-a-distribuição-do-nosso-sangue?
Já alguma vez "chumbaram" um potencial candidato a cambalhotas violentas porque aperceberam-se que ele possuia pouco mais que um amendoim infectado (como eu gosto desta expressão infantil)?

2008-07-26

A gaja anda aí e deseja-me!

A5, 18:30, 100 km/h, enquanto viajo na minha motinha:

  1. Oiço barulho estranho do meu lado esquerdo.
  2. Aparentemente parece um carro a fazer-me uma tangente enquanto me ultrapassa.
  3. Espera lá que ele agora vai na direcção oposta.
  4. Ai merda que ele vai despistar-se!
  5. Ai porra que ele já está em pião e vem para cima de mim!
  6. %&/&(%&=/&%$&#$&$% que estou "#%$"&/$%($%&$&%#/! $"%#$%/$%/#$&$#&/ ma %$&#%/$%/#$&#&$%/!
  7. Deixa-me acelerar rápido antes que ele capote para cima de mim!

Não é que o gajo faz um pião àquela velocidade, não capota e não toca em nada?

As minhas perninhas tremeram durante mais 5 km...


A gaja anda aí!

2008-07-24

"Bodega Aleatória"

Vi no Portugueses ao Volante e decidi: tinha que ter.

Como os dias deste blog já foram melhores, vá de carregar, aqui à esquerda no "Bodega Aleatória".

Certamente vão aceder a lixo com algumas camadas de pó mas que, ainda assim, cheira melhor que o actual.

Parto Natural

Por uma questão de prática oral creio que, mesmo que venha a ser possível que o homem dê à luz, não haveria mulher que o defendesse.

Caso se verifique que esta minha teoria é falsa, o decote vai deixar de ser a melhor forma de competir pela atenção do macho. Passará a ser possível verificar várias exibições ao melhor estilo da anaconda por esse mundo fora...

2008-07-21

Hoje apetecia-me...

... ter uma criança para pontapear à minha vontade.

Depois de pensar um pouco caio em mim:
-Isto não está certo! Esmurrar é que é a melhor forma de libertar o stress.

2008-07-18

Sou uma menina

Hoje disseram-me que sou, a nível sentimental, uma mulher.

Acenei que sim enquanto acabava de trinchar um gatinho.

2008-07-08

Cúmulo da Ironia

Factos:

  • Escrevi recentemente um post intitulado "Declaração post mortem".
  • Escrevi recentemente um post onde expressava que são muito poucos os "justos", os que têm coragem para fazer o que está certo mesmo que isso vá contra os seus interesses.
Hoje, conduzindo a minha motinha, ao parar num sinal vermelho (até porque já tinha "queimado" o anterior), sou ligeiramente abalroado.
O senhor da Carris que estava ao meu lado, cagou no semáforo e avançou com vermelho.
Eu fiquei quietinho a tentar perceber se era eu que estava a ver mal.
O senhor que conduzia atrás de mim e que quase se esquecia de não me passar a ferro, conduzia uma ambulância.

Esta é a verdadeira definição de ironia.

2008-07-07

Questão

É possível ter o mínimo de respeito por um homem que use um anel no polegar?

2008-07-05

2008-07-04

Declaração post mortem



Aos 16 anos, no Verão, convenci-me que não ia sobreviver até à estação seguinte.
Estava a trabalhar mais ou menos longe de casa e tinha acabado de tirar a carta de mota. Na minha primeira viagem de duas rodas para o trabalho, condutor maçarico que era, deparo-me com as piores condições climatéricas para se conduzir: chuva e vento fortes.
Como se isto não fosse suficientemente mau, tinha que atravessar a ponte 25 de Abril.
Sabem o que acontece a um maçarico que anda devagarinho na ponte 25 de Abril? Tem que andar encostadinho à faixa da direita.
Sabem o que acontece ao condutor de um veiculo de duas rodas que está a levar com umas rabanadas de vento valentes, tem que lidar com o piso molhado e ainda se tem de manter entre um rail e uma faixa de metal que é escorregadia como tudo? O condutor fica cagado de medo e depois de conseguir passar a ponte pensa "não há hipótese nenhuma de eu aguentar um verão inteiro a andar de mota sem cometer um erro que faça com que me estripe todo".

Desde esse dia já passaram 8 anos. Estou consciente de que a qualquer momento um camião pode fazer de mim papa, mas não tenho pensado no caso.

Um post recente de uma vizinha blogosférica, veio fazer com que reflectisse por alguns dias acerca da morte:
Quais são as coisas que gostaria de fazer antes que a minha morte ou a morte de outra pessoa as possam tornar impossíveis (sem contar com violações)?

Defecar do alto de uma árvore é sem duvida uma das coisas que não quero deixar de fazer. Usar um gato morto como capacete, é outra das actividades obrigatórias.

E o blog? Como fica o blog se um gajo estica o pernil? Há que dar uma satisfação aos clientes!

Vou hoje começar a fazer a minha declaração de morte e vou deixá-la agendada para o dia que faço anos.
Eu não confio muito nas tecnologias, estou sempre à espera que me entalem. Nesse post vou deixar informações particularmente sensíveis e algumas fotografias. Se o serviço de agendamento do Google me prega alguma rasteira...

Todos os aninhos vou actualizar a declaração e atrasá-la mais um ano.

Tenho quase a certeza que me vou arrepender por fazer isto...

2008-07-03

Hã?



Não compreendo porque é que a RTP não convida gente de nível tão elevado!


Claro que não é pela maneira como se veste nem como canta. Toda a gente sabe que os artistas são convidados para irem a programas porque sabem fazer um excelente pão-de-ló.

2008-06-29

Gostos não se discutem...

...mas mesmo assim acham aceitável que odeie de imediato toda e qualquer pessoa que goste de "reggaeton"?

Autorizam que lhes dê com uma barra de metal na cabeça até que consiga fazer da mesma um "S"?

2008-06-28

Este post não contém cocó. A programação normal segue dentro de momentos...



É cada vez mais raro conseguir que alguém nos diga a verdade. Embora esteja na moda o "eu digo o que tenho a dizer na cara", esta frase é uma das maiores tretas na história da Humanidade. Ser politicamente incorrecto está na moda, mas a moda que se pratica é a dramatização de um possível "politicamente incorrecto".

Recentemente apercebi-me que era uma besta mal educada. A parte da besta não foi, claramente, a grande revelação.
Sempre que me encontro numa daquelas conversas "não te vejo há muito tempo e embora me esteja a cagar para ti vou perguntar-te coisas sobre a tua vida, se está tudo bem" nunca dou o retorno esperado. Respondo às perguntas e não as devolvo como forma de cortesia. Juro que nunca tinha percebido.
"Cortesia" é algo tão simples como desenrascar uma falsa simpatia, um sorriso amarelo de bolso, que se usa sempre que duas pessoas que se estão a lixar uma para a outra não querem dizer isso explicitamente.

Não sei se notam e levam a mal, se pensam que sou egocêntrico. Espero que sim. Só ajo desta forma com pessoas que não têm interesse nenhum para mim. Era bom que se apercebessem e que me poupassem a tola.

Dizer a verdade é difícil. Não só pode magoar as outras pessoas como pode também fazer com que elas percebam aquilo que realmente são (coisa que queremos evitar ao máximo).
Dizer a verdade é arriscar um murro no focinho.
Dizer a verdade é arriscar ficar de parte. Há mínima verdade podemos levar um chuto.
Dizer a verdade é ser bruto e, imagine-se, correcto.

Nada disto é extremamente raro, o que o é é levar com com a dura mentira e continuar a escolher a verdade.

A decepção é a mais velha desculpa para que o bom se torne mau.
"Se não os consegues derrotar, junta-te a eles." Que tal pegar neste provérbio e enterra-lo no cu de uma qualquer figura de cerâmica que esteja a fazer um manguito?

No final das contas, a capacidade de se fazer o que é correcto só é testada quando o "certo" vai contra os nossos interesses.

Somos capazes de fazer o correcto quando o "correcto" para os outros vai ser o "errado" para nós próprios? Quantos de nós temos princípios não-mutantes, daqueles que se mantêm para sempre independentemente das reacções que eles causam?


(Como já disse por aqui uma vez: A Carrie ao pé de Piston é uma pindérica vestida com um fato de treino da Adidas sem qualquer capacidade de divagar acerca da sexualidade e javardice em geral.)

2008-06-27

Diário atrasado - 3 de Agosto

Estimados leitores,

Escrevo-vos a suar tal e qual um porco. Estive agora a correr e enquanto praticava tal actividade, decidi que vou escrever dia 3 de Agosto uma "página" de diário. Relatarei o que se passou no dia 3 de Agosto não de 2008 mas do ano passado.

Diz que envolve betadine e álcool como mezinha anti-queda de cabelo e nudez...

2008-06-24

Intercede lá por mim! Vá!

Estimado Bispo,

Venho por este meio comunicar-lhe que não estou interessado em que interceda por mim. Não só não estou interessado como lhe garanto que se sinto minimamente que está a interceder por mim ou por algum familiar meu, pego num pé de cabra e vou aí arrancar-lhe os dentinhos.

Gostaria também de lhe comunicar que os seus pais têm um gosto de merda. Não estou a falar do ponto de vista de um canibal mas sim do ponto de vista de alguém que acha que "Paulo Roberto" não é nome digno de uma barata esmagada quanto mais de um homem de "Deus".

Se o senhor Bispo me quiser realmente ajudar, calce uns sapatinhos de betão e vá praticar caça submarina para o meio do Tejo. Enquanto estiver por lá (espera-se que seja para todo o sempre) aproveite para apreciar o aroma a merda.

P.S. - Introduza o gerúndio no ânus.